Olá, Concurseiro! Tudo bem?

Preparamos 5 dicas essenciais para você ter sempre em mente quando for prestar um concurso público que tenha prova discursiva (redação). Vamos lá?

Boa leitura!

1. Leia atentamente a proposta de redação

Aqui está em jogo aquela boa leitura, ou seja, aquela leitura de qualidade que, no ato de ler, você já associa as informações e estabelece links possíveis entre os argumentos que pode utilizar no seu texto. Esta leitura a que me refiro é a direcionada, a qual você consegue identificar o recorte temático que a proposta de redação pede, o que evita a fuga do tema e te direciona para a elaboração de um projeto de texto organizado e objetivo, apresentando, assim, uma tese clara para ser defendida.

2. Analise o perfil de redação que se pede na prova

Se a banca do concurso que escolheu publica redações com notas boas e/ou comenta as redações acima da média, este é um bom material para você ler e saber o que os próprios corretores falam sobre os textos dos candidatos. Se não existe este material, nós do Concurseiro Preparado contamos com corretores especializados que podem te orientar sobre o perfil das redações de concurso. Com uma grade de correção bem elaborada para as dissertações, tipo de texto mais exigido em concursos, os corretores podem te mostrar, a cada redação que você envia para correção, pontos que podem ser melhorados.

3. Associe ideias na redação

Leia, leia bastante! Fique atento ao que acontece à sua volta. Uma boa leitura te proporcionará associar ideias de forma autoral, fazendo com que você saia do senso comum ao desenvolver seus argumentos. Dizer, por exemplo, que a culpa é do governo ou da população sem desenvolver o que isso significa é diferente de dizer que a realidade é complexa porque envolve tanto as individualidades dos cidadãos quanto a coletividade e que os problemas relacionados à fome, preconceito, educação familiar, a escolarização e os traços culturais. Enfim, considere o tema em sua rede ampla, sem minimizar demais a discussão.

4. Organize seu texto de forma clara e objetiva

Para a redação, planejamento é tudo! A sua discussão, escolha de palavras e condução das ideias precisam caber no espaço da redação oferecido pela prova. Você já apresenta uma boa redação se conseguir se planejar para executá-la respeitando o espaço real da prova. Isso mostra respeito pela prova. Outra vantagem é que, uma vez bem organizada e planejada, a chance de a redação trabalhar com ideias mais objetivas é maior, o que facilita, inclusive, a ligação clara entre as ideias por meio de causa e consequência, gradação, metáforas, citações etc.

5. Considere o perfil da vaga quando escolher os argumentos para a redação

Esta última dica diz respeito à coerência do que você apresenta como argumento com a vaga do concurso. Isso não está na grade de correção das provas, mas faz parte de como você se apresenta como candidato. O que você seleciona como argumento em uma prova de concurso para policial rodoviário, desembargador, professor etc. não pode ser algo muito ingênuo do tipo ‘ficar em cima do muro’, apresentando argumentos a favor e contra e não assumindo nenhuma posição sobre o que se está discutindo.

Por hoje é só, Concurseiro. Não deixe de escrever suas redações, hein? Bons estudos!

Profa. Aline Manfrim

E se você pudesse realmente dominar a Redação nos Concursos e conquistar a sua vaga o mais rápido possível?

Clique abaixo e veja como vamos te ajudar com um caminho mais curto para a sua aprovação.