Olá, concurseiro

A discussão dessa semana gira em torno de uma dúvida frequente sobre a escrita de uma boa redação. Afinal, qual é a diferença entre tema e tese? E como trabalhar essa diferença em meu texto?

 

numbered_listQuando um concurso possui uma prova dissertativa, exigindo que o candidato desenvolva sua escrita em uma redação, normalmente existe uma proposta de produção textual mostrando quais ideias devem ser desenvolvidas, não é mesmo? A partir da leitura dessa proposta, e também dos textos motivadores que a compõem, cada um arquiteta sua redação, levando em consideração as instruções da proposta e seu próprio conhecimento de mundo. Pois bem, o assunto inicial sugerido na prova é o que chamamos de tema; a abordagem individual que cada um fará desse assunto, em defesa de um ponto de vista, é o que intitulamos tese.

 

treasure_mapMas atenção! É muito comum em concursos que o tema não esteja explícito em uma frase que o resuma. Muitas vezes há textos que, ao serem lidos com atenção, apresentam um assunto em comum. Quando isso acontece, o candidato é que deve encontrar essa semelhança, ou seja, o tema a ser desenvolvido. Com base nele, então, cada um desenvolverá a sua tese e também o seu texto.

Imagine que em seu concurso traga uma coletânea, mas não tenha o tema indicado, como aconteceu na prova Analista Judiciário, TRT, de 2008. Nela, havia dois textos motivadores, transcritos a seguir:

 

Texto I

O aquecimento global − essa terrível ameaça que, segundo alguns, paira sobre o nosso planeta − é contestado por grupos de cientistas, que acham que o problema não é assim tão devastador. Esses grupos aconselham que se gaste dinheiro em investimentos que visem à eliminação da fome e à cura da Aids.

(Adaptado de Fernando Gabeira. Folha de S. Paulo, 24/02/2007)

Texto II

Seja qual for a extensão dos males que nossa civilização já causou ao planeta, o certo é que precisamos repensar o próprio conceito de civilização. As evidências do aquecimento global já se fazem sentir. Não seria a primeira (mas talvez venha a ser a mais grave) das catástrofes geradas pelo ser humano.

(Valdomiro Tosti, inédito)

 

Baseando-se na leitura de ambos os textos, o candidato deveria construir sua dissertação. Qual seria, então, o tema dessa proposta? Como é possível observar na leitura dos excertos, tanto o primeiro quanto o segundo trazem questões referentes ao aquecimento global. Este é, portanto, o tema a ser desenvolvido.

 

help_filledMas e a tese? Como ela deve ser construída? Depois de identificar o tema, você deve, concurseiro, refletir a respeito dele. Interrogue o tema: aquecimento global? Isso é um problema? Qual a dimensão dele? Quais são suas causas e consequências? O que tem sido feito e o que ainda pode ser feito para minimizar a questão? Qual o meu ponto de vista a respeito disso?

Após esse questionamento inicial, pense ainda no que você conhece sobre esse assunto. Já leu algo a respeito? Ou apenas sabe aquilo que costumam dizer? Com que outros assuntos pode relacionar a essa questão? Consegue aplicar seus conhecimentos de mundo, de áreas como História ou Geografia, na análise desse tema?

 

pencilAgora sim você está preparado para escrever seu texto, concurseiro. Se sua tese está pautada na gravidade do problema “aquecimento global”, deixe isso claro logo na introdução. Esse será o seu ponto de vista a ser defendido. Na sequência, você precisa fundamentar esse posicionamento por meio de argumentos consistentes que convençam o leitor de que esse ponto de vista é sólido. Por fim, você pode concluir sua redação reafirmando a importância de se tratar do assunto, já que é um problema grave, e talvez sugerir medidas que possam amenizar a situação. Se nos argumentos você mostrou consequências do aquecimento global, use-as para sugerir soluções na conclusão. Assim, além de uma tese bem desenvolvida inicialmente, seu projeto de texto terá sido consistente e lógico.

E não se esqueça, tema não é título! Se sua redação apresenta uma tese particular baseada em um ponto de vista pessoal, seu título deve fazer o mesmo.

 

Então, mãos à obra! Bom treino e até a próxima.

Profª Aline

Shares