Texto 1

Dos diversos instrumentos utilizados pelo homem, o mais espetacular é, sem dúvida, o livro. Os demais são extensões de seu corpo. O microscópio, o telescópio, são extensões de sua visão; o telefone é a extensão de sua voz; em seguida, temos o arado e a espada, extensões de seu braço. O livro, porém, é outra coisa: o livro é uma extensão da memória e da imaginação.

(Adaptação de: BORGES, J.L. Cinco visões pessoais. 4.e. Trad. De Maria Rosinda R. Da Silva. Brasília: UnB, 2022) 

 

Texto 2

Eu iria escutá-las, encher-me-ia de discursos cerimoniosos e saberia tudo. Deixavam-me vagabundear pela biblioteca e eu dava assalto à sabedoria humana. Foi ela quem me fez… nunca esgaravatei a terra nem farejei ninhos, não herborizei nem joguei pedras nos passarinhos. Mas os livros foram meus passarinhos e meus ninhos, meus animais domésticos, meu estábulo e meu campo; a biblioteca era um mundo colhido no espelho; tinha a espessura infinita, a sua variedade e a sua imprevisibilidade. Eu me lançava às incríveis aventuras: era preciso escalar cadeiras, as mesas, com o risco de provocar avalanches que me teria sepultado.

(FREIRE, P. Como e quando começamos a ler, 1994, p.16)

 

Os dois trechos acima mostram a importância do livro para Jorge Luís Borges, um dos maiores escritores da América Latina, e para Paulo Freire, pedagogista. Com base nos texto acima e no seu conhecimento de mundo, escreva um texto dissertativo-argumentativo sobre o seguinte tema:

O papel do livro na formação do cidadão

 

Clique aqui para enviar sua redação para correção profissional!