Olá concurseiros!

 

A partir desta semana, vamos começar a analisar algumas propostas de redação para concursos públicos. Na postagem de hoje, a proposta selecionada é da Fundação Carlos Chagas e discute a questão do turismo internacional. Veja a proposta:

proposchagas

Num primeiro momento, a proposta parece ser simples e o tema está exposto de forma clara e objetiva. O candidato deve discorrer sobre o impacto do turismo internacional na vida dos brasileiros. No entanto, a banca examinadora certamente espera que o candidato apresente um texto crítico, que traga posições em relação à dualidade apresentada na pergunta: ‘transformação pessoal ou consumo desenfreado’.

Tal posição pode ser tomada de diferentes maneiras na apresentação do seu texto. Você não precisa obrigatoriamente tomar uma decisão em relação a um ou a outro, mas pode ponderar entre essas duas ideias. Poderíamos iniciar o texto apontando os benefícios do turismo para a vida e o crescimento pessoal. Em seguida, poderíamos apresentar uma crítica ao consumismo exacerbado que acaba se tornando o único objetivo de muitos viajantes brasileiros. E porque não propor um equilíbrio entre essas duas práticas de viagem (conhecer e comprar), ou mesmo considerar que cada viagem pode ter um objetivo único.

O mais importante é sair do lugar-comum e, sempre utilizando os argumentos da própria proposta de redação, elaborar os seus argumentos. Lembre-se que o texto dissertativo-argumentativo é um texto de opinião, mas o autor não deve aparecer de forma direta. Portanto, utilize o sujeito indeterminado e tente não deixar marcas de e primeira pessoa no texto, como por exemplo “eu acho que”, “na minha opinião”.

Termino o post de hoje com uma sugestão. Com base nesta análise, aproveite a mesma proposta e redija o seu texto dissertativo-argumentativo. Vale a pena também dar uma olhada num arquivo gratuito que montamos pra você com a anatomia da redação! Boa sorte!

 

Professora Flávia