Olá, concurseiro!

Quando corrigimos redação, frequentemente percebemos a dificuldade dos alunos em aprofundar a discussão do tema. Isso porque eles se baseiam apenas em afirmações vagas, do senso comum, ao invés de se basearem em fatos, informações, exemplos, etc. Isso porque, muitas vezes, o senso comum é todo o repertório que esses alunos têm. Por isso, sempre enfatizamos a importância da leitura no período de preparação para a prova, pois é o repertório de leitura que irá ajudar a rechear o texto, a dar profundidade a ele e, com isso, obter uma boa nota em redação.

Porém, às vezes pode ser difícil decidir ou escolher o que ler, afinal, com tantos jornais, revistas e sites, como saber quais serão bons para o meu repertório de leitura? Pensando nisso e a partir de algumas mensagens que temos recebido, damos algumas dicas para você nesse percurso.

  • Escolha meios de comunicação confiáveis, com tradição na grande mídia.

Os jornais e revistas, impressos ou eletrônicos, que estão no mercado há muito tempo prezam pela qualidade de seu trabalho, isso significa que antes de dar uma notícia, procuram verificar as fontes e, quando fazem reportagens, procuram especialistas renomados na área, que têm algum reconhecimento, para tratar do assunto. Além disso, esses meios dão destaque às notícias mais relevantes do Brasil e do mundo, sendo uma garantia de que você está se informando sobre algo que tem importância para a realidade que o cerca. Outra vantagem é que esses jornais e revistas prezam pela boa escrita e, lendo esses materiais, você aprenderá a grafia correta das palavras, além de enriquecer seu vocabulário.

 

  • Leia diferentes gêneros jornalísticos.

Sempre dizemos que é importante que você esteja atualizado sobre os fatos mais recentes, mas isso não significa que você deva ler apenas notícias. As notícias são textos mais curtos, que procuram relatar de forma objetiva algum fato curioso ou relevante. Mas lembre-se que para argumentar é preciso ir além, então apenas conhecer os fatos não é suficiente, é importante que você aprenda a refletir sobre eles. Por isso, leia reportagens, pois elas aprofundam um assunto apresentando depoimentos, análises de especialistas, explicações históricas, etc. Outro gênero importante de ser lido é o artigo de opinião, pois ele permite que você se familiarize com um gênero argumentativo e desenvolva um espírito crítico sobre o que lê.

 

  • Leia mídias que têm ideologias distintas.

Esqueça aquela ideia de que a mídia é imparcial, pois isso não é verdade. Todo meio de comunicação tem uma linha editorial, ou seja, uma tendência a se posicionar, ainda que nas entrelinhas. Hoje, com a internet, é muito fácil descobrir as mídias que são mais progressistas ou conservadoras, principalmente pela interação dos leitores nos sites dessas mídias e nas redes sociais. Com o tempo, conforme você for construindo o seu repertório de leitura, você conseguirá perceber essas diferenças. É importante ter contato com linhas editoriais diferentes pois isso amplia seu repertório cultural e a sua capacidade de reflexão sobre temas variados. Além disso, permite que na sua argumentação você se antecipe aos possíveis opositores de sua tese e que construa argumentos mais sólidos, o que é fundamental para quem quer escrever uma redação boa.

 

  • Aprofunde seu conhecimento em história.

Os acontecimentos não surgem do nada, eles têm uma explicação histórica. Conhecer essas explicações é fundamental para entender o presente e enxergá-lo de outra forma. O conhecimento histórico também ajuda na sua argumentação, pois contra as evidências da história não há o que contra argumentar (ainda que se possa interpretar de outra forma). Isso não significa que você deve sair por aí devorando livros de história. Você pode ter acesso a esse conhecimento por meio de revistas direcionadas a leigos, bem como por meio de reportagens que procuram aprofundar a abordagem de um tema.

 

Esperamos que essas dicas ajudem vocês na construção de um repertório. Semana que vem daremos algumas dicas de sites, jornais e revistas para vocês iniciarem essa aventura de leitura.

 

Até a próxima semana!

Profa. Danusa