Olá, concurseiro!

Há uma dúvida que sempre ronda a mente dos estudantes: é melhor estudar muito algumas vezes ou estudar moderadamente sempre? É fato que a maior parte deles ao longo de sua vida escolar usou o primeiro método, pois todo mundo sempre estudava um dia antes da prova. E pode ser que muita gente tenha se dado bem com este método, mas será que ele funciona também na preparação para concursos?

 

weightliftPara pensar sobre isso, vamos retomar um dos significados da palavra estudar: “treinar, exercitar”. A partir deste sentido, podemos pensar na figura do atleta. Um atleta que quer ganhar o primeiro lugar em uma competição precisa fazer o quê? Treinar, certo? E quanto mais ele treina, mais forte e habilidoso ele fica em sua atividade.

Com a preparação para concurso é a mesma coisa: se o concurseiro quer conquistar o primeiro lugar ou a classificação, precisa treinar, ou seja, precisa estudar. Acontece que o treino envolve repetição e frequência e assim também deve ser realizado o estudo quando temos um objetivo específico a alcançar.

 

sleeping_in_bed

Porém, assim como o atleta descansa o seu corpo entre os treinos para que ele possa recuperar as energias, você também precisa deixar o cérebro descansar para que possa retomar o trabalho com eficiência. Assim, forçar o cérebro de uma só vez, lendo muitos conteúdos, sem descanso, não é eficiente, pois, provavelmente, você irá reter pouco conhecimento e irá estressá-lo, reduzindo a sua capacidade.

Além disso, se você deixa para estudar apenas de vez em quando, toda vez que for estudar, terá que gastar tempo relembrando algumas coisas. Agora, se você fizer do estudo uma prática diária, poderá usar esse tempo para aprender coisas novas, pois estará tudo fresquinho na sua mente.

 

turtle_filledMais um argumento: a aprendizagem é um processo lento e contínuo. Muitas vezes só conseguimos entender um conceito depois de estudá-lo quatro ou cinco vezes em contextos diferentes, em outras, compreendemos algo quando nosso cérebro está em repouso e de repente temos um start. Por isso é importante fazer do estudo um processo contínuo e equilibrado.

Há também uma questão prática que impede a tática de estudar muito algumas vezes: os concursos públicos impõem o estudo de uma quantidade muito grande de conteúdo e também de leis, o que torna o processo ainda mais difícil, já que não estamos habituados a lidar com esse tipo de documento no nosso cotidiano. Pensando nisso, fica claro que deixar para estudar muito algumas vezes não é uma boa estratégia, pois você vai precisar de muitas ocasiões para dar conta de estudar todo o conteúdo.

 

ideaAssim, o conselho que podemos dar é que você planeje seus estudos como um atleta planeja os seus treinos, prevendo: regularidade, frequência, constância e disciplina; deixando um tempo para o descanso e a recuperação das energias. Fazendo isso, com certeza sua aprendizagem será mais eficiente e o sucesso garantido.

 

Bons estudos e até a próxima!

Profa. Danusa