Você lerá um trecho da entrevista concedida pelo antropólogo Juliano Spyer ao jornal online El país sobre o uso da Internet pela Casse C de um povoado do interior da Bahia. Neste trecho especificamente, ele fala sobre os jovens e sua relação com a Internet:

 

“Falo do adolescente vendo sua presença na rede social como um trabalho porque – como acontece também em grupos adolescentes das camadas médias e altas – há uma associação entre popularidade off-line e número de amigos ou seguidores online. Mas não acho que o problema que você aponta afeta especialmente adolescentes. Na verdade, talvez os adolescentes sejam os menos afetados porque – no caso dos do povoado – muitos têm essa ambição de ampliar suas fronteiras buscando contato com pessoas fora de seus círculos diretos. É comum a crítica de que o uso da Internet é ruim porque o jovem passa a escrever usando gírias e sem se importar em obedecer às regras gramaticais, mas o que vi é que eles aprendem a escrever com menos erros por pânico de passar vergonha na frente de seus pares nas redes. O uso da Internet é a primeira motivação real para eles aprenderem a ler e a escrever. Um dos motivos explícitos do encantamento que eles têm pelas redes sociais é que os pais deles têm muito menos educação formal e conhecimento tecnológico e, consequentemente, não conseguem acompanhar o que acontece ali, então os jovens tem mais liberdade de comunicação. É ali, por exemplo, que os evangélicos universitários se sentem seguros para manter vínculos com pessoas de outras religiões e visões de mundo, inclusive com seguidores das religiões de matriz africana. (…) O jovem, portanto, está mais aberto para circular por grupos diferentes enquanto os adultos estão mais circunscritos a determinados círculos sociais. (Disponível em https://brasil.elpais.com/brasil/2017/11/20/politica/1511197107_444639.html. Acesso em 27/11/2017)

 

Com base no excerto acima e no seu conhecimento de mundo, escreva um texto dissertativo-argumentativo sobre o seguinte tema:

A relevância da internet para a constituição da identidade do jovem

 

Clique aqui para enviar sua redação para correção profissional!