Texto 1

Abaixo, segue um trecho da entrevista de Ricardo Henriques, economista do Instituto Unibanco, concedida ao jornal Valor Econômico.

 

Valor: Que retrocesso social da crise preocupa mais?

Ricardo Henriques: O fato mais importante hoje, do ponto de vista econômico, é estar fechando o horizonte de empregabilidade da juventude. Todos os indicadores do último ciclo mostram uma queda da renda média, mas muito centrada no jovem. No momento em que eles estão entrando no mercado de trabalho, a taxa de desemprego entre eles é maior. Isso alerta para a quase inexistência de políticas para a juventude. Não se antecipou, para uma sociedade com o padrão de desigualdade que a nossa tem, uma política minimamente articulada para a juventude. Isso só existe no campo declaratório, há vários documentos, como o estatuto da juventude, por exemplo. Quando nós avaliamos as políticas para jovens na cidade do Rio de Janeiro, no início dos anos 2000, havia 40 a 50 programas de jovens, somando as esferas municipal, estadual e federal. Mas não havia uma política para a juventude. Isso é fruto de duas coisas: a falta de políticas consistentes, e a falta de uma visão integrada das políticas. E aí quando você olha tem a agenda da assistência social fazendo coisas parecidas com o que a educação está fazendo, e com o que a secretaria de trabalho está fazendo. E com uma intenção que faz sentido, mas não está baseada em evidências. Acaba-se criando uma quantidade relevante de intervenções, com autorias distintas, não coordenadas, e se perde o foco em sujeitos concretos em territórios concretos. E vários jovens que não são atendidos por nenhuma delas. Não construímos um colchão de amortecimento com educação nem capacitando esses jovens. E quando vem a crise esse colchão rasga rapidamente e eles não têm inserção nem no mercado de trabalho nem outras redes de acolhimento. No máximo, ficam nas famílias. (Disponível em http://www.valor.com.br/brasil/5081650/jovens-podem-cair-em-limbo-irreversivel-no-brasil-diz-economista. Acesso em 27/08/2017)

 

Texto 2

(Disponível em http://www.folhadelondrina.com.br/reportagem/desemprego-o-peso-da-crise-entre-os-jovens-942542.html. Acesso em 27/08/2017)

 

Com base nos textos acima e no seu conhecimento de mundo, escreva um texto dissertativo-argumentativo sobre o seguinte tema:

Jovens e mercado de trabalho: desafios e soluções

 

Clique aqui para enviar sua redação para correção profissional!