Olá, concurseiro

Nossa discussão da semana foi pensada tomando por base algumas dúvidas de vocês; vamos falar um pouco sobre como funcionam as provas discursivas em que são cobrados pareceres, relatórios ou peças técnicas.

 

questionVários concursos exigem dos candidatos esse tipo de produção textual, mas muitas pessoas não sabem como funciona a elaboração de um parecer, de uma peça técnica ou de um relatório. Afinal, o que devemos fazer se o concurso que pretendemos prestar tem prova discursiva dessa natureza?

Não se preocupe, concurseiro, pois a peça técnica, o parecer ou o relatório nada mais são do que textos que devem, de forma coerente e coesa, avaliar uma situação inicial construída na proposta de produção textual. Normalmente, o tema da prova discursiva traz vários detalhes importantes que devem ser levados em consideração pelo candidato na elaboração de um parecer. A partir desses dados iniciais, cada concurseiro construirá seu texto atendendo às instruções pré-estabelecidas.

 

true_falseVamos entender melhor. A prova discursiva constrói uma situação hipotética. Cabe a você, candidato, elaborar um texto que avalie esse quadro inicial, respondendo às questões determinadas pela comanda. Por exemplo, pode ser solicitado que você faça um relatório que analise os documentos referentes à prestação de contas realizada pela empresa X. Logo, você fará um parágrafo introdutório apresentando o assunto do relatório, analisará os dados fornecidos pela proposta de redação e fará uma conclusão, apresentando o que deve ser feito para corrigir eventuais problemas.

 

Vejamos um exemplo concreto analisando a proposta da prova do concurso do TCU, de 2013, para o cargo de auditor fiscal de controle externo, formulada pelo CESPE.

 

searchNela, a situação inicial a ser analisada era uma suposta auditoria, realizada pelo Tribunal de Contas do Estado X, avaliando a qualidade de serviços do transporte coletivo. O relatório do auditor indicava falhas na vistoria, baixa qualidade do transporte, além de indícios de uma possível formação de cartel de empresas, que superfaturavam obras. A partir dessa situação hipotética, cada candidato deveria escrever um parecer conclusivo apontando que tipo de auditoria seria adequada para se constatar as falhas indicadas no relatório e para apontar possíveis soluções; também era preciso mostrar quais os principais tipos de amostragem utilizados em auditorias, além de emitir uma opinião final sobre as contas apresentadas, do TCU e dos responsáveis pelo sistema de transporte.

 

create_newPara escrever o parecer, inicialmente você precisa produzir uma introdução que delimite o assunto a ser discutido no texto, além de descrever o motivo da elaboração deste parecer conclusivo, apresentando os fatos que levaram você a realizar tal parecer, bem como o objetivo que pretende atingir com ele.

 

test_tubeNa sequência, você deverá desenvolver sua redação realizando uma análise detalhada da situação e dos dados apresentados na proposta da prova discursiva. Nesta etapa, vale embasar sua análise em seus conhecimentos técnicos a respeito do assunto abordado. Portanto, prepare-se bem! Neste exemplo retirado da prova do TCU, você deverá avaliar o relatório da auditoria e mostrar se os números apresentados se justificam. Caso isso não ocorra, você deve apontar as falhas encontradas e citar a necessidade de melhorias.

 

supportApós uma análise realmente detalhada, é preciso concluir seu parecer. Mas atenção! Se no desenvolvimento o importante é fundamentar os dados, a fim de comprovar possíveis falhas, a conclusão não pode ser feita sem a apresentação de soluções. A natureza desse tipo de texto, concurseiro, é técnica. Você deve ser, por isso, objetivo; analise os fatos e proponha medidas que resolvam os problemas encontrados. E lembre-se! Você precisa de embasamento na legislação para opinar, concluir e propor modificações. Fique atento!

E então, vamos praticar essa modalidade textual?

 

Bom trabalho e até a próxima!

Profª Aline