Olá, concurseiro! Tudo bem? Quem escreve é a profa. Fernanda, de novo!

No primeiro post do blog, eu comecei a contar a trajetória do meu namorado como concurseiro. Um dos seus grandes problemas era como se organizar para estudar, afinal ele tinha uma dissertação de mestrado para terminar também!

O post de hoje é exatamente sobre isso: como se organizar para estudar! As dicas são da profa. Flávia Machado. Ela tem larga experiência docente em cursos preparatórios para concursos públicos e entende a dificuldade que todo concurseiro sente na hora dos estudos. Vamos lá?

 

Pensando em prestar concurso? Organize-se!

por Flávia Machado

Sabemos que prestar um concurso exige grande investimento de tempo e preparo do candidato. Porém, a organização da rotina de estudos é o fator crucial para se obter êxito. Abaixo, apresento medidas simples e muito eficazes que podem te ajudar:

Organizando a rotina

O primeiro passo é montar uma agenda ou planilha, organizada por conteúdos, horários e intervalos. O ideal é que você estude de cinco a seis dias por semana, reservando o Domingo para descanso. Intercale pelo menos duas disciplinas por dia e certifique-se que todo o conteúdo previsto nos editais (anteriores e atual) faça parte do seu plano de ação.

Caso você estude o dia todo, não deixe de inserir pausas para as refeições e estabeleça um horário para início e término da jornada. Reveja sempre seu planejamento para ver se a carga horária está adequada ao seu ritmo de vida e objetivos.

Seu espaço de trabalho

Seu espaço de trabalho também merece organização. Deixe somente o material que for utilizar sobre a mesa. O acúmulo de muitos livros ou itens desnecessários naquele momento pode angustiar e levar à falta de motivação. Cada disciplina terá a sua vez e por isso é importante seguir o planejamento que você fez anteriormente.

Prefira um lugar silencioso, em que você consiga manter-se concentrado. A não ser que seja imprescindível, procure desconectar-se de redes sociais e evite que interrompam a sua atividade. Encare o estudo como um trabalho!

Bibliotecas e salas de leitura também são ótimas opções, mas verifique se o local oferece conforto e instalações necessárias para seu bem-estar.

Cuidados com o corpo e a mente

Como já disse, o Domingo é o dia da folga. O descanso, o lazer e a vida social são elementos revigorantes que possuem papel essencial nesse processo. Uma mente bem descansada trabalha com mais qualidade.

Respeite seu cansaço e não deixe de dormir entre 7 e 8 horas por noite. O sono favorece a ativação da memória e a melhor compreensão dos conteúdos!

A hidratação é fundamental para um bom desempenho, portanto, mantenha sempre uma garrafa de água por perto. Além disso, alimente-se bem e de forma leve, pois uma rotina de estudos para qualquer concurso requer muita energia. Barrinhas de cereais, frutas e muito líquido são ótimas combinações para os intervalos.

Para que corpo e mente trabalhem a seu favor durante a preparação para o exame, não deixe de incluir uma atividade física regular, pelo menos três vezes por semana. Dessa forma, você combate o estresse e leva mais oxigênio ao seu cérebro.

Vale a pena fazer um curso preparatório?

Atualmente, há vários cursinhos preparatórios para concursos públicos e exames de admissão na pós-graduação e por isso mesmo escolher seguir ou não um curso merece reflexão. Leve em conta quanto tempo terá para se dedicar, que disciplinas são oferecidas, se os professores possuem preparo e conhecem a prova e o histórico da instituição.

Se você trabalha durante a semana, procure investir em cursos oferecidos aos sábados. Dessa forma, você não compromete a grade semanal de estudos.

Cursos online são uma ótima opção, fazendo você ganhar tempo e poupar o deslocamento. O mais importante é saber que o cursinho deve ser um complemento para o seu esforço e organização pessoal. Mantenha os seus objetivos de estudo de forma independente.

Bom trabalho!

P.S.: caso você não tenha lido, o artigo anterior foi sobre a vida de concurseiro. Até o próximo!

P.P.S.: nem precisa dizer que você pode comentar e fazer perguntas abaixo, né? 🙂