Texto 1

Para uns eles são invisíveis, para outros, inconvenientes, enquanto para muitos são lembrados e merecedores de afeto apenas no inverno, quando as baixas temperaturas esquentam o debate e trazem à tona a questão da situação dos moradores em situação de rua na cidade de São Paulo. É nessa época do ano que a sociedade costuma prestar um pouco de atenção nas cerca de 20 mil pessoas que vivem nas ruas e praças da capital. Se o frio for significativo e causar mortes – como ocorreu no inverno de 2015 –, o debate ganha força. Mas logo depois, conforme a primavera se aproxima, a invisibilidade e a indiferença tendem a retornar – ao menos até o próximo inverno. (Adaptado de http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2016/09/populacao-de-rua-exige-seus-direitos-419.html. Acesso em 19/06/2017)

 

Texto 2

O último censo de população em situação de rua, contratado pela Prefeitura de São Paulo e realizado pela Fipe, foi divulgado em março deste ano e aponta a existência de 15.905 pessoas, isso contando os que estão efetivamente na rua e os acolhidos na rede sócio-assistencial. Comparativamente aos censos anteriores, verifica-se que não houve um aumento desta população em relação ao número total de habitantes da cidade, sendo que  a proporção de 0,1% se mantém.

A verdade é que a questão é muito complexa e precisamos pensar em caminhos preventivos, em soluções que envolvam direito à moradia e geração de renda. Cuidar das pessoas antes delas estarem em condição de rua é muito mais eficiente e barato do que cuidar delas depois desta situação consolidada, quando o resgate social fica mais difícil a cada dia em que passam na rua. (Adaptado de https://noticias.uol.com.br/opiniao/coluna/2015/12/12/para-reduzir-moradores-de-rua-e-preciso-pensar-na-prevencao.htm. Acesso em 19/06/2017)

 

Texto 3

 

Com base nos textos acima, escreva um texto dissertativo-argumentativo sobre o seguinte tema:

Questões sociais envolvendo a população de rua no Brasil

 

Clique aqui para enviar sua redação para correção profissional!